Quinta, 30 de março de 201730/3/2017
31 99280-4230
Nublado
12º
21º
21º
Ouro Preto - MG
dólar R$ 3,13
euro R$ 3,35
MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO
Mostra de Cinema de Ouro Preto CINEOP - Acontece de 22 a 27 de Junho de 2016
Mostra de Cinema de Ouro Preto - Acontece de 22 a 27 de Junho de 2016
Portal Carnaval Ouro Preto Ouro Preto - MG
Postada em 01/06/2016 ás 14h22 - atualizada em 30/10/2016 ás 23h40
Mostra de Cinema de Ouro Preto CINEOP - Acontece de 22 a 27 de Junho de 2016

CINEOP: Mostra de Cinema de Ouro Preto MG, 2016 (FONTE: Google)

11ª CINEOP FAZ ABERTURA OFICIAL AMBIENTADA NA DÉCADA DE 80, PRESTA HOMENAGENS A EDUARDO COUTINHO E CHICO MOREIRA E ABRE PROGRAMAÇÃO COM EXIBIÇÃO DO FILME “CABRA MARCADO PARA MORRER” 



Cerimônia de abertura acontece no Cine Vila Rica, às 20h30, e contará com a presença de amigos e familiares de Eduardo Coutinho e Chico Moreira, entre outros convidados. A exibição de “Cabra Marcado Para Morrer” dará início oficial à programação da Mostra, que terá 90 filmes, debates, encontros, shows  até o dia 27 de junho. Tudo de graça.




style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-8123119408162949"
data-ad-slot="6315998514"
data-ad-format="auto">


Começa nesta quarta, 22 de junho, a 11ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, o único evento audiovisual no Brasil a colocar em pauta o cinema como patrimônio, a preservação, história e educação. A programação tem início às 18 horas, no Centro de Convenções, com a abertura da exposição “Cinema, TV e Educação”, com instalação em imagens, fotos e textos apresentando as temáticas enfocadas pelo evento - preservação, histórica e educação, além de destacar os homenageados da 11ª CineOP: o cineasta Eduardo Coutinho e o restaurador Chico Moreira.







Na quinta-feira, dia 23, a partir das 15 horas começam as reuniões de trabalho e debates que integram a programação do Encontro Nacional de Arquivos e do Encontro da Educação: VIII Fórum da Rede Kino. Às 20h30, no Cine Vila Rica, acontece a abertura oficial do evento que será ambientada na década de 80. Será instalado um programa de TV ao vivo para apresentar o eixo conceitual desta edição – Cinema, TV e Educação. A abertura tem direção de Chico de Paula e conta com as participações do compositor, cantor e ator Leri Faria que será o apresentador do programa em interpretação que relembra Silvio Santos, Flávio Cavalcanti e Chacrinha. Participam também as atrizes Cibele Maia, Gabrielle Salomão, Ludmilla Ferrara e a trilha ao vivo esta a cargo do DJ Rafael no som. No decorrer do programa serão prestadas homenagens ao cineasta e documentarista Eduardo Coutinho e ao restaurador audiovisual Francisco Moreira, o Chico.



Na sequência, a exibição do documentário Cabra Marcado Para Morrer, do homenageado Eduardo Coutinho, considerado filme emblemático do cinema brasileiro e ponto de interseção de dois momentos históricos: o golpe de 64 e a abertura democrática, período abordado na temática histórica do evento. Após a exibição do filme, no Galpão Cine Bar Show, no Centro de Convenções, o público poderá curtir o som do Dj Rafael e da banda ouro-pretana Galanga que irão agitar a madrugada com repertórios animados e dançantes que remetem à década de 80.



Até segunda, dia 27 de junho, o público poderá desfrutar de uma temporada audiovisual intensa e diversificada. A programação estrutura em três temáticas – preservação, história e educação – é oferecida gratuitamente ao público. Ao todo, serão exibidos 90 filmes (18 longas, seis médias e 68 curtas, 42 deles realizados em contexto escolar) em pré-estreias e retrospectivas divididos em 34 sessões de cinema. 



Além dos filmes, a programação conta ainda com oficinas, debates, seminário, exposições, lançamento de livros e atrações artísticas, realizadas em três espaços em Ouro Preto: Cine Vila Rica (plateia de 500 lugares), Centro de Artes e Convenções (sede do evento, que abrigará diversas atividades, além de receber a instalação do Cine-Teatro com 510 lugares) e a Praça Tiradentes, com a instalação do Cine BNDES na Praça(1000 lugares).



CINEMA, TV E EDUCAÇÃO 



O tema central da 11ª CineOP é CINEMA, TV E EDUCAÇÃO, que se desdobra e se inter-relaciona na três temáticas da MostraNa Temática Preservação, o enfoque será “Arquivos de Televisão” e a entrega do Plano Nacional de Preservação; na temática histórica “O Cinema e o processo de abertura política” (período 1976-1988); e na Educação, “O Cinema, a TV, Educação: a escola como unidade comunitária” estará presente nos debates e nos trabalhos apresentados.



TEMÁTICA PRESERVAÇÃO 



Na Temática Preservação, a CineOP abordará como eixo central osArquivos de Televisão, com todos os desdobramentos conceituais, históricos e políticos da questão. Alguns assuntos propostos serão acesso ao audiovisual, descentralização e a recente proposição de uma “Netflix” de produções brasileiras, para acesso público. A ideia da temática veio de integrantes da Associação Brasileira de Produtores Audiovisuais - ABPA e da percepção de que, dentro do próprio setor e do evento mineiro, a televisão estava um tanto esquecida em anos anteriores.



Na Mostra Preservação em exibição dois filmes que contou com a atuação do homenageado Chico Moreira, o documentário Jango (1984), de Silvio Tendler, que se utiliza de vasto material de arquivo para acompanhar a trajetória do ex-presidente João Goulart, deposto no golpe civil-militar de 1964. E o longa A curadoria da Temática Preservação ficou a cargo de Hernani Heffner.



TEMÁTICA HISTÓRICA 



A Temática Histórica da 11ª CineOP aponta seu foco para o período da chamada Abertura Política que vai de 1976 até a nova Constituição, em 1988. Definida como O Cinema e o processo de Abertura Política, coloca em evidência de que forma a produção cinematográfica nacional reviu as experiências políticas na vida brasileira.



A partir desta filmografia, a CineOP convida o público para uma reflexão profunda sobre a trajetória política brasileira desde a ditadura, que vai culminar justamente na crise institucional e política de hoje que parece indicar o fim da “Nova República”, que se iniciou na fase final da ditadura civil-militar até a promulgação da Nova Constituição em 1988. A curadoria da Temática Histórica é de Francis Vogner dos Reis.



TEMÁTICA EDUCAÇÃO 



Na Temática Educação, a 11CineOP promove o Encontro da Educação: VIII Fórum da Rede Kino e enfoca O Cinema, a TV, Educação: a escola como unidade comunitária em debates, filmes, apresentações de projetos comunitários audiovisuais e diálogos da educação.



O eixo dos trabalhos será a relação entre cinema, TV e sala de aula, através de discussões sobre a presença maciça dos meios de comunicação na vida e no processo de aprendizado dos alunos. As discussões contarão com a presença de acadêmicos, professores e interessados pelo tema, de todo o Brasil, em encontros diários e intensos durante a 11ª CineOP. O propósito destes encontros é pensar o papel do educando e do educador nesta nova e moderna maneira de se relacionar com a produção e difusão de informação – num tempo em que não apenas se consome, mas principalmente se produz muito conteúdo com as facilidades tecnológicas.



Uma das mesas mais aguardadas é sobre a lei 13.006 sancionada em 26 de junho de 2014, que estabelece a exibição obrigatória de filmes brasileiros nas escolas de educação básica, em que a CineOP de 2015 lançou uma reflexão sobre a proposta e perspectivas desta Lei e, que agora, propõe fazer um balanço dos avanços e resultados um ano depois de problematizar as possibilidades e limites da lei.



Além dos debates, o público poderá conferir os filmes da Mostra Educação. São 42 filmes produzidos no Brasil por educadores e estudantes no contexto escolar e espaços não-formais de ensino. O evento apresenta também 15 projetos comunitários audiovisuais selecionados em três eixos temáticos:Projetos Cineclubistas; TV comunitárias: projetos de educação e audiovisual nos níveis da produção, exibição e difusão; Produção de conteúdos audiovisuais educativos para plataformas digitais. A curadoria da Temática Educação ficou a cargo de Adriana Fresquet.



 



Mais informações sobre a 11ª CineOP estão disponíveis em www.cineop.com.br. 



 



 



PROGRAMAÇÃO CINEOP – 22 E 23 DE JUNHO



 




  • 22 DE JUNHO – QUARTA 



16h – ARTE – EXPOSIÇÃO



Local: Centro de Convenções



Visitação: dia 22 - 16 às 19h / 23 a 27 de junho - 10 às 19h



 CINEMA, TV E EDUCAÇÃO



Instalada em painéis, a exposição apresenta as temáticas Preservação, Histórica e Educação em imagens, fotos e textos com foco na abordagem desta edição – Cinema, TV e Educação. Em destaque, os homenageados da 11ª CineOP: o cineasta Eduardo Coutinho e o restaurador Chico Moreira.



 




  • 23 DE JUNHO – QUINTA 



13h às 15h – CREDENCIAMENTO | ENCONTRO DE ARQUIVOS E ENCONTRO DA EDUCAÇÃO



Local: Hall de convivência – Secretaria - Centro de Convenções



 



14h – OFICINAS



Local: Centro de Convenções



Oficina de "WEBTV: Cineop nas Redes"



Período: 23 a 26 de junho, de 14 às 18horas



Propõe a reflexão sobre este novo formato de conteúdos programados, seriados e transmitidos em ambiente virtual, por conexão a cabo ou satélite para difusão on-line. Os participantes irão entender quais são as características de conteúdos audiovisuais direcionados para web e produz conteúdos relacionados a CINEOP e a campanha #eufaçoamostra utilizando Periscope, Hangout, Ustream, Snapchat, entre outras ferramentas. Os conteúdos serão transmitidos ao vivo ao longo do festival e compartilhados nas redes sociais da CINEOP.



Dia 1: Interação entre Instrutores e Alunos / Reflexão Teórica. Teste de ferramentas para transmissão de conteúdos e roteirização das ideias.



Dia 2: Roteirização das Ideias e saída a campo para transmissão de conteúdos.



Dia 3: Roteirização das Ideias e saída a campo para transmissão de conteúdos.



Dia 4: Roteirização das Ideias e saída a campo para transmissão de conteúdos e entrega do certificado aos alunos.



Instrutores: Igor Amin Artur Andrade



 



15h às 16h – ENCONTRO DE ARQUIVOS



Local: Auditório I – 2º andar - Centro de Convenções 




  • DIÁLOGOS DA PRESERVAÇÃO



Temática Preservação – programação direcionada aos participantes do Encontro Nacional de Arquivos e membros da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual - ABPA



 



1ª REUNIÃO DE TRABALHO DOS PARTICIPANTES DO ENCONTRO NACIONAL DE ARQUIVOS 




  • Breve relato da temática desta edição, pauta e dinâmica da programação

  • Apresentação do relatório de atividades da ABPA 2015/2016

  • Formalização do processo eleitoral para nova diretoria da ABPA 2016/2018



 Coordenação:




  • Hernani Heffner – curador da Temática Preservação|RJ

  • Laura Bezerra – presidente da ABPA – Associação Brasileira de Preservação Audiovisual |BA



 



15h às 15h50 – ENCONTRO DE EDUCAÇÃO: VIII Fórum da Rede Kino



Local: Auditório II – 2º andar - Centro de Convenções 




  • DIÁLOGOS DA EDUCAÇÃO



Temática Educação – programação direcionada aos participantes do Encontro da Educação: VIII Fórum da Rede Kino



  1ª REUNIÃO DE TRABALHO DOS PARTICIPANTES DO ENCONTRO DA EDUCAÇÃO: VIII FÓRUM DA REDE KINO 




  • Breve relato da pauta e dinâmica da programação e reuniões de trabalho

  • Apresentação do Estatuto Rede Kino – Pessoa Jurídica

  • Formalização do processo eleitoral para nova coordenação da Rede Kino 2016/2018



Coordenação:




  • Adriana Fresquet – curadora Temática Educação |RJ

  • Isaac Pipano – curador assistente e coordenador da Rede Kino | RJ



 



16h às 18h – SEMINÁRIO/ ENCONTRO DE EDUCAÇÃO



Local: Auditório II – 2º andar - Centro de Convenções 




  • APRESENTAÇÃO DE PROJETOS E DEBATE



Temática Educação - programação aberta ao público e aos participantes do Encontro da Educação: VIII Fórum da Rede Kino



 1ª sessão - APRESENTAÇÃO DE PROJETOS AUDIOVISUAIS EDUCATIVOS COMUNITÁRIOS SELECIONADOS COM FOCO NO DIÁLOGO CINEMA, TV E EDUCAÇÃO.



 Tema: PROJETOS CINECLUBISTAS



Um panorama da produção audiovisual comunitária, através de iniciativas desenvolvidas em contextos escolares e espaços de ensino não-formal, associações de bairros, comunidades indígenas e quilombolas, pontos de cultura, cineclubes, entre outros agentes que hoje se relacionam com a comunidade produzindo e compartilhando a cultura local, por meio das imagens e sons. Os projetos foram selecionados a partir de sua pertinência temática, dentro de três eixos: exibição, realização e formação. Neste primeiro grupo, projetos que propõem exibições de filmes, bem como a criação de espaços alternativos de exibição, com foco em leituras e análises críticas, rodas de conversas, debates, etc.



 Projeto: CINECLUBE MOVIMENTO - Proponente: Instituto de Artes e Design (IAD) – UFJF  | MG



 Projeto: CINECLUBE SABOTAGE: ENTRE A REALIDADE E A FICÇÃO NOS OLHARES ADOLESCENTES - Proponente: Oficina de Imagens - Comunicação e Educação | MG



 Projeto: CINECLUBE ALUMIA O LUZIR DO CÁRCERE - Proponente: JULIANA GLEYMIR CASANOVA DA SILVA | PE



 Projeto: CINE MUTAMBA - Proponente: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) - Câmpus Cidade de Goiás | GO



 Projeto: CINECLUBE EM REDE - Proponente: Secretaria Municipal de Educação de Campinas | SP



 Coordenação: Ana Lúcia de Almeida Soutto Mayor – professora da UFRJ e coordenadora da Rede Kino |RJ



 



16h30 às 18h  – ENCONTRO DE ARQUIVOS



Local: Auditório I




  • DIÁLOGOS DA PRESERVAÇÃO



1ª Sessão – PLANO NACIONAL DE PRESERVAÇÃO AUDIOVISUAL 



 Coordenação:




  • Hernani Heffner – curador da Temática Preservação|RJ

  • Laura Bezerra – presidente da ABPA – Associação Brasileira de Preservação Audiovisual |BA



 



20h30 – ABERTURA OFICIAL



Local: Cine Vila Rica



PERFORMANCE AUDIOVISUAL 



Tema central 11ª CineOP: CINEMA, TV E EDUCAÇÃO



Direção: Chico de Paula



Participações especiais: Leri Faria e atrizes ......



Trilha ao vivo: Rafael no som



HOMENAGENS 



AO RESTAURADOR CHICO MOREIRA (in memoriam)



AO CINEASTA EDUARDO COUTINHO (in memoriam)



FILME DE ABERTURA 



LONGA – MOSTRA HOMENAGEM E HISTÓRICA 



CABRA MARCADO PARA MORRER



DOCUMENTÁRIO, COR e P&B, DCP, 119MIN, RJ, 1964-1984 



Direção: Eduardo Coutinho



Início da década de 60. Um líder camponês, João Pedro Teixeira, é assassinado por ordem dos latifundiários do Nordeste. As filmagens de sua vida, interpretada pelos próprios camponeses, foram interrompidas pelo golpe militar de 1964. Dezessete anos depois, em 1981, Eduardo Coutinho retoma o projeto e procura a viúva Elizabeth Teixeira e seus dez filhos, espalhados pela onda de repressão que seguiu ao episódio do assassinato. O tema principal do filme passa a ser a trajetória de cada um dos personagens que, por meio de lembranças e imagens do passado, evocam o drama de uma família de camponeses durante os longos anos do regime militar.



 Classificação indicativa: 12 anos



 



23h – ARTE – SHOW MUSICAL



Local: Galpão Cine Bar Show – Centro de Convenções 



DJ RAFAEL NO SOM



Com quase ¼ de século discotecando em número incalculável de festas e participações, DJ Rafael no Som também é produtor de vários shows com a nata do samba e da música brasileira. Para a 11ª Cineop, promete flutuar em sons nacionais mais animados como músicas nacionais como A cor do som, Gilberto Gil em sua fase anos 80, rock nacional, funk americano, disco music e outras e muito mais desse espectro que é bem mais amplo! 



GALANGA



Grupo ouropretano formado em 2001. Sempre primou por uma linguagem multimídia, unindo música, teatro, vídeo, artes plásticas, dança e poesia. O show apresenta o inusitado estilo do grupo, que dialoga com inúmeras vertentes artísticas – do rock ao maculelê, do samba ao rap, do congado à música contemporânea - com a incansável capacidade de revisar, permanentemente, seus próprios caminhos estéticos. 



 



LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EVENTO 



Centro de Artes e Convenções



Rua Diogo de Vasconcelos, 328 – bairro Pilar 




  • Sede do evento

  • Cine-Teatro (plateia 510 lugares)

  • Exibição de filmes

  • Sessões Cine-Escola

  • Seminário

  • Encontro Nacional de Arquivos

  • Encontro da Educação: VIII Fórum da Rede Kino

  • Oficinas

  • Exposição

  • Lançamento de livros

  • Shows

  • Cine Bar Café 3 Corações

  • Galpão Cine Bar Heineken Show

  • Cine-loja



Cine Vila Rica



Praça Reinaldo Alves de Brito, 47 – Centro 




  • Cinema (450 lugares)

  • Abertura oficial

  • Homenagens

  • Exibição de filmes

  • Mostrinha de Cinema

  • Sessões Cine-Escola

  • Cine-Debate

  • Cine-loja

  • Encerramento 



Praça Tiradentes



Centro histórico de Ouro Preto 




  • Cine-Praça (1.000 lugares)

  • Exibição de filmes

  • Cortejo da Arte 



 



A programação completa da 11ª CineOP – Mostra de Cinema de Ouro Preto, bem como outras informações, poderá ser consultada em www.cineop.com.br



 







style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-8123119408162949"
data-ad-slot="6315998514"
data-ad-format="auto">


FONTE: http://www.cineop.com.br/

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Enquete
Qual a melhor opção de hospedagem para curtir o Carnaval Ouro Preto 2018?

Ficar em República
1 voto - 100.0%

Ficar em Pousada ou Hotel
nenhum voto - 0%

Ficar em Casa Alugada
nenhum voto - 0%