Segunda, 23 de outubro de 201723/10/2017
31 99280-4230
21 DE ABRIL (DIA DE TIRADENTES)
21 de Abril 2017 Ouro Preto MG
Dia de Tiradentes (Comemorações Cívicas) – Transferência da sede do Governo de Minas Gerais para Ouro Preto
Portal Carnaval Ouro Preto Ouro Preto - MG
Postada em 14/04/2017 ás 21h48 - atualizada em 31/08/2017 ás 15h43
21 de Abril 2017 Ouro Preto MG

21 de Abril de 2017 - Ouro Preto - MG

21 de Abril 2017 - Ouro Preto - MG


Dia de Tiradentes (Comemorações Cívicas) – Transferência da sede do Governo de Minas Gerais para Ouro Preto


Uma das mais importantes solenidades cívicas de Minas Gerais, a comemoração do dia 21 de abril reúne grandes autoridades do país na praça que leva o nome do homenageado, mártir da Inconfidência Mineira: Tiradentes. A data marca a morte de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, que foi enforcado e teve sua cabeça exposta em plena praça pública por se rebelar contra os abusos da Coroa Portuguesa.

Durante a comemoração, a Praça Tiradentes recebe a Tropa da Polícia Militar que inicia a cerimônia com a salva de 21 tiros em homenagem ao Mártir da Inconfidência. Centenas de pessoas e autoridades prestigiam um célebre momento onde é relembrado o contexto histórico da Inconfidência Mineira, sua importância para Minas Gerais e o Brasil.


Desde que assumiu o governo em 2015, Pimentel tem usado a data para agraciar pessoas ligadas à esquerda. Um dos primeiros homenageados pela gestão petista foi o líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile. A condecoração causou revolta entre parlamentares da oposição e antigos agraciados. Alguns chegaram a devolver a comenda.

No ano seguinte, o condecorado foi o ex-presidente do Uruguai, José Mujica, que também foi o orador.

A medalha da Inconfidência é a mais alta comenda concedida pelo governo de Minas personalidades que contribuíram para o prestígio e a projeção do estado. A solenidade de entrega acontece anualmente, no dia 21 de abril, feriado de Tiradentes, na cidade de Ouro Preto.

Ela foi criada em 1952 durante o governo de Juscelino Kubitschek e é entregue sempre no dia 21 de abril. Alterada em 2012, a legislação permite a concessão da comenda a no máximo 160 pessoas.

A lista de todos os agraciados deve ser publicada em abril. Eles são escolhidos pelo Conselho da Medalha, formado por representantes de todos os poderes e também de instituições do estado como a Polícia Militar.




A Inconfidência Mineira

Em 1789, Ouro Preto foi palco do movimento de independência do domínio português denominado “Inconfidência Mineira”. Intelectuais, religiosos, militares e fazendeiros, entre eles o dentista Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, reuniam-se regularmente com intuito de promover uma revolução separatista relativa a então capitania de Minas Gerais.

A tentativa de separação foi abortada após o delato à Coroa Portuguesa por um dos integrantes do movimento, Joaquim Silvério dos Reis. Sendo assim, os outros integrantes foram presos e condenados.

Tiradentes, o conjurado de mais baixa condição social, foi o único condenado à morte por enforcamento, sendo a sentença executada publicamente a 21 de abril de 1792, no Campo da Lampadosa, no Rio de Janeiro. Outros inconfidentes haviam sido condenados à morte, mas tiveram suas penas reduzidas.

Após a execução, o corpo foi levado em uma carreta do Exército para a Casa do Trem (hoje parte do Museu Histórico Nacional), onde foi esquartejado. O tronco do corpo foi entregue à Santa Casa de Misericórdia, sendo enterrado como indigente. A cabeça e os quatro pedaços do corpo foram salgados, para não apodrecerem rapidamente, acondicionados em sacos de couro e enviados para as Minas Gerais, sendo pregados em pontos do Caminho Novo onde Tiradentes pregou suas ideias revolucionárias. A cabeça foi exposta em Vila Rica, atual Ouro Preto, no alto de um poste defronte a então sede do governo, atual Museu da Inconfidência. O castigo era exemplar, a fim de dissuadir qualquer outra tentativa de questionamento do poder da metrópole.


 


21 de Abril nas Repúblicas de Ouro Preto em 2017


 


O 21 de abril é o momento de comemoração para todos os ex-alunos, moradores e amigos das principais repúblicas do campus da UFOP, comemorado desde a fundação das principais repúblicas do campus, as repúblicas fazem aniversário em clima de união. A festa junta várias gerações de alunos e amigos, mostrando o grande espirito republicano.


A base de muito golo, a tradicional cachaça mineira e é claro que não pode faltar um bom som.

Newsletter

As principais notícias do Carnaval Ouro Preto 2018 no seu e-mail:

Cadastre seu e-mail acima by FeedBurner

FONTE: Ouro Preto